COMPARTILHE
Contra o São Paulo, 45 mil vozes empurraram o Inter. | Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Único invicto em casa, a vitória de 3×1 sobre o São Paulo na tarde de ontem no Beira-Rio, aliada à esta invencibilidade colorada no local, mostra-se como um grande trunfo do Interacional na briga pelo título. Os 45 mil torcedores que estiveram presentes e lotaram o estádio, têm dado um apoio fundamental na campanha do clube. Dos 14 jogos que disputou como mandante, o Inter venceu 11 e empatou outros três. O retrospecto representa 36 dos 56 pontos que possui no Brasileiro.

“Gostaria de ressaltar quebra de recorde do Beira-Rio, o apoio do nosso torcedor, mesmo com o gol no início do jogo, o que é muito difícil contra uma equipe de qualidade como é o São Paulo. Se você não está organizado e não recebe apoio externo, poderiam ficar mais nervosos. Essa química entre torcedor e equipe está fazendo a diferença. Temos parâmetro. É tentar repetir no próximo jogo, de performance. Tenho certeza que o torcedor vai estar com a gente”, afirmou o técnico Odair Hellmann.

O desempenho colorado na partida de ontem também mereceu elogios vindos da direção do Internacional. O vice de futebol, Roberto Melo, disse que a atuação pode ter sido a melhor da equipe comandada por Odair Hellmann, no returno do Brasileirão:

“Levando em consideração o momento, já que vínhamos de uma derrota que não esperávamos. Saímos perdendo, mas tivemos tranquilidade. O time não se desorganizou em momento algum, o que é fundamental para conseguir virar um jogo. Mostra maturidade e tranquilidade do time para achar a jogada correta, para rodar a bola. No returno principalmente, talvez seja nossa melhor atuação”, disse o dirigente.

Outro fator importante a ser considerado pelos colorados é a ausência de confrontos diretos no restante da competição. O jogo contra o São Paulo foi o último contra os principais postulantes ao título. Principal adversário, o Palmeiras que lidera com apenas 3 pontos de vantagem em relação ao Inter, ainda jogará contra o Flamengo que, por sua vez, além do verdão, terá São Paulo e Grêmio pela frente.

“Não vejo como ruim não enfrentar mais o Palmeiras. Há vários confrontos diretos entre essas equipes. É com isso que precisamos no preocupar. Se fizermos nossa parte, esses confrontos diretos nos ajudarão”, disse Roberto Melo.

Gol colorado comemorado pelos jogadores e pelos 45 mil torcedores que estiveram no Beira-Rio. | Foto: Ricardo Duarte/Internacional

De folga nesta segunda-feira, o elenco colorado se reapresenta para trabalhos na tarde a próxima terça-feira. Vice-líder com 56 pontos, o Inter só volta a campo na próxima segunda-feira, quando enfrentará o Santos, novamente em seus domínios, pela 30ª rodada do Brasileirão.