COMPARTILHE
Jogo foi repleto de polêmicas com a arbitragem | Foto: Globoesporte.com

Em mais um jogo repleto de polêmicas e reclamações do Internacional, o colorado acabou ficando no empate contra o Vasco, em São Januária. O Inter, que saiu na frente com gol de Jonathan Alvez, reclamou muito com a arbitragem sobre o pênalti polêmico marcado a favor dos cariocas, convertido por Maxi López, que definiu o empate.

Nico López | Foto: Ricardo Duarte (Internacional)

O jogo começou aberto, com as equipes buscando o ataque. O Vasco iniciou ameaçando mais a meta defendida por Marcelo Lomba, que fez boas defesas. O Inter, por sua vez, apostou no contra-ataque rápido pelas pontas do campo, mas não conseguiu converter as jogadas em perigo ao gol de Martín Silva. Se faltou emoção, as polêmicas tiveram início já na primeira etapa, quando Victor Cuesta, ao fazer o movimento para afastar bola da grande área, acertou o rosto de Leandro Castán. O Vasco pediu pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

Jonathan Alvez marcou o gol colorado no segundo tempo. | Foto: Ricardo Duarte/Internacional

 

Parecido com o primeiro tempo, o segundo iniciou com o time carioca mais incisivo e obrigando Lomba a fazer boas defesas. Com mais chances de gol para as duas equipes e com o Vasco chegando a colocar uma bola na trave, novos lances polêmicos marcaram a segunda etapa. Aos 21, Jonatan Álvez recebeu na área e foi para o chão após contato de Andrey. Igor Junio Benevenuto, perto do lance, também mandou o jogo seguir. Aos 39, Jonatan Álvez aproveitou rebote de Martín e abriu o placar. Aos 44, porém, o árbitro viu pênalti de Cuesta em Kelvin: Maxi López, com categoria, deslocou Lomba e deu números finais ao jogo.

Com 58 pontos, o Internacional ocupa a terceira posição no campeonato e volta a campo no próximo Domingo, quando enfrenta o Atlético-PR em casa, às 19h.

 

Melhores Momentos:

Notas:

Vasco: 5,5 / Alberto Valentim: 5,0 / Média geral: 5,25

Internacional: 5,5 / Odair Hellmann: 6,5  / Média geral: 6,0

Entrevistas:

Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter
Odair Hellmann: No geral, fiquei feliz com a partida. Nos impusemos aqui, infelizmente os três pontos não vieram. Na minha visão, era um jogo para nós vencermos com justiça. Mas a justiça não foi feita hoje. Nós estamos na briga. Vamos continuar. Estamos fazendo um campeonato no topo da tabela, com todas as condições difíceis que nos estão impondo dentro e fora de campo.

 

 

 

 

Ficha Técnica:


VASCO 1 X 1 INTERNACIONAL
Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26 de outubro de 2018, às 21h30
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)
Renda/Público: 8.648 presentes/R$ 262.320,00Cartão amarelo: Willian Maranhão, Maxi López, Thiago Galhardo (VAS); Andrés D’Alessandro, Rodrigo Moledo, Edenilson, Rodrigo Dourado (INT)
Cartão vermelho: Edenilson (INT).

Gols: Jonatan Álvez (0-1, 39’/2ºT) e Maxi López (1-1, 46’/2ºT)

VASCO: Martín Silva; Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castan, Ramon; Willian Maranhão (Raul 34’/2ºT), Andrey, Fabrício (Thiago Galhardo 16’/2ºT); Yago Pikachu, Maxi López, Marrony (Kelvin 24’/2ºT). Técnico: Alberto Valentim

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Cuesta, Ramon; Rodrigo Dourado, Edenilson; Rossi (Jonatan Álvez 17’/2ºT), D’Alessandro (Wellington Silva 29’/2ºT), Patrick; Nico López. Técnico: Odair Hellmann