COMPARTILHE
(Foto: Divulgação)

Neste domingo o Grêmio conseguiu superar um tabu, e venceu pela primeira vez o São Paulo jogando na Arena gremista, o placar foi 1 x 0, o gol do tricolor gaúcho foi feito por Douglas, a partida era válida pela décima sexta rodada do Brasileirão 2016.

(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio)
(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio)

Este jogo teve algumas estreias no time titular o Grêmio, foi o primeiro do Grêmio sem Giuliano, que recentemente teve sua venda concretizada para o Zenit da Rússia, em seu lugar entrou Negueba, o camisa 77 teve bom aproveitamento e participou ativamente da partida, também estreou com no time principal o garoto Iago, ele mostrou-se participativo e fez avanços ao ataque com qualidade.

(Foto: Diego Vara / Agência RBS)
(Foto: Diego Vara / Agência RBS)

Com resultado favorável, o Grêmio subiu a trinta pontos, ficando a dois do líder Palmeiras e com a mesma pontuação do vice Corinthians, mas segue na terceira colocação, pelos critérios de desempate, já o São Paulo é em nono, com vinte e dois pontos.

Na próxima rodada, o Grêmio vai a Minas Gerais, onde no domingo, às 18h30, enfrenta o América-MG, o São Paulo no mesmo dia, mas às 11h, jogará no Morumbi diante da Chapecoense.

Classificação do Brasileirão 2016:

(Foto: GloboEsporte.com)
(Foto: GloboEsporte.com)

Notas:

Grêmio: 7,0 / Roger Machado: 7,5 / Média geral: 7,0

São Paulo: 5,5 / Edgardo Bauza: 6,0 / Média Geral: 6,0

Arbitragem e auxiliares: 7,0

Melhores Momentos:

Coletivas:

(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio)
(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio)

Roger Machado: “A gente ganha com o Negueba uma recomposição como a do Giuliano, e teve bastante folego para nos levar para o ataque. Deixou tudo em campo. Um início muito promisso, a dúvida não era nossa. Quando o coletivo vai bem, as individualidades aparecem. A semana não foi conturbada para mim. O episódio já estava superado, com ele completamente concentrado. Ele fez um grande jogo. O Miller é um jogador inteligente, que foi muito bem. O Iago vem muito bem. É um jogador de meio-campo de origem. Tive uma conversa com ele, vendo o potencial dele na lateral, disse que ele tinha o potencial. Pela atuação exuberante do goleiro ou 10 centímetros. O ideal é que umas das seis situações que criamos entrasse para irmos ao vestiário com tranquilidade. Às vezes, descuidamos um pouquinho para colocar mais gente no campo ofensivo e deixamos a defesa desprotegida.”

(Foto:Maurício Rummens/)
(Foto:Maurício Rummens/)

Edgardo Bauza: “Jogamos, na minha opinião, a pior partida do campeonato. Jogamos mal, e quando joga mal, perde. O Grêmio jogou melhor que o São Paulo. defendemos bem até o gol, mas fizemos pouco ofensivamente. Ofensivamente não tivemos desequilíbrio individual, chances claras. O time trabalhou bem na defesa, mas é difícil quando não se tenta atacar. Essa foi a parte que mais tivemos problemas. Não vou falar disso mais. Viajei a título de conhecimento. Os dirigentes da AFA vão falar com outros técnicos. Conversamos sobre futebol, nada mais. Eles escolherão o treinador em seu momento. “

Ficha técnica:

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS / Horário: 16h (de Brasília) / Público: 37.069 pagantes / Renda: R$ 1.459.680,00 / Árbitro: Heber Roberto Lopes (FIFA-SC) – Assistentes: Nadine Schramm Bastos  (FIFA-SC)  e Helton Nunes (ASP-FIFA-SC)/ Amarelos: Lugano e Thiago Mendes (São Paulo) / Vermelho:  Mena, aos 33’/2ºT (São Paulo) / Gol: Douglas (7’/2ºT) (1-0, Grêmio)

Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Wallace Reis e Iago; Jaílson, Maicon e Douglas (Henrique Almeida, aos 35’/2ºT); Negueba (Kaio, aos 44’/2ºT), Everton (Pedro Rocha, aos 43’/1ºT) e Miller Bolaños. 

Técnico: Roger Machado

São Paulo: Denis; Bruno, Lugano, Maicon e Mena; Thiago Mendes, Wesley, Cueva e Michel Bastos; Centurión (Pedro Bortoluzo, aos 32’/2ºT) e Gilberto (Kelvin, aos 18’/2ºT)

Técnico: Edgardo Bauza