COMPARTILHE
Com belo gol de falta, Luan garantiu a virada e a vitória tricolor na manhã de Domingo. | Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Nem mesmo o mau tempo e o horário (11:00) foi capaz de impedir a boa presença de público na Arena na manhã de domingo. Mas, em campo, o tricolor parece ter demorado a acordar. Fato é que a sempre exaltada defesa gremista, desta vez, falhou. No entanto, mostrando sua força e grande poder de reação, depois de estar duas vezes atrás no marcador, o Grêmio conseguiu a virada e a aproximação aos líderes na busca pelo título brasileiro.

Geromel e Thonny Anderson, autores dos gols gremistas no primeiro tempo | Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Num primeiro tempo repleto de chances e gols, as duas equipes mostraram eficiência. Perigoso nos contra-ataques e jogadas ofensivas, o Ceará abriu o placar aos 12 minutos com Luiz Otávio, que desviou de coxa cruzamento na área. Aos 20, Luan cobrou escanteio da direita e Geromel subiu livre para empatar. Quando tudo indicava o início de uma virada tricolor, os cearenses trataram de colocar água na fogueira gremista. Em contra-ataque, Quixadá chutou, Grohe espalmou e Arthur pegou o rebote para colocar os nordestinos novamente à frente do placar. O Vovô ainda teve chance de ampliar em chute de Quixadá que acertou a trave, mas sofreu o empate no fim da primeira etapa em outra bola aérea. Léo Moura levantou na área e Thonny Anderson fez de cabeça.

No segundo tempo, Luan marcou o gol da vitória | Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio voltou do intervalo disposto a virar o jogo. E a virada não podia vir senão através do grande personagem da partida: Luan. O melhor jogador da América em 2017 recebeu algumas vaias durante o primeiro tempo e discutiu com um repórter ao ser questionado sobre isso na saída para o intervalo. Com um golaço de falta, aos 23 minutos da etapa final, o craque gremista tratou de garantir a virada e a vitória.

Com o resultado, combinado aos tropeços de São Paulo e Inter, o Grêmio se garantiu novamente na briga pelo título do campeonato do brasileiro, apenas 4 pontos atrás em relação ao tricolor paulista que lidera a competição. O tricolor volta a campo no próximo Sábado, 29, às 16:00, contra o Fluminense no Engenhão.

Notas: 

Grêmio: 7,0 / Renato Portaluppi: 7,0 / Média geral: 7,0

Ceará: 6,0 / Lisca: 7,5  / Média geral: 6,75

Gols:

Coletivas:

Renato Portaluppi | Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Portaluppi: “Sabíamos que seria muito difícil. Falei com o grupo durante a semana. O Ceará está em uma ascensão muito grande. Quero dar parabéns ao Lisca e, pelo que tem feito, acredito que não cairá. O jogo seria difícil. Domingo, 11h, alguns com fuso horário… Sabia que seria complicado. Falei que foi lucro o 2 a 2 pelo que fizemos. Não que estivéssemos mal, mas demos muito mole. É difícil alguém fazer dois aqui no Grêmio. Depois, conseguimos a vitória.“

ensaiada. Deu certo e fizemos o gol.

Ficha Técnica:

GRÊMIO 3 X 2 CEARÁ
Local
: Arena Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 23/9/2018 – 11h
Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Helcio Araujo Neves (PA) Luís Diego Nascimento Lopes (PA)
Público/renda: 36.789 pagantes/R$ 1.523.542,00
Cartões amarelos: Ramiro, Geromel e Luan (GRE) Tiago Alves (CEA)
Cartões vermelhos: –
Gols:
 Luiz Otávio (12’/1ºT – 0x1) Geromel (20’/1ºT – 1×1) Arthur (26’/1ºT 1×2) Thonnhy Anderson (43’/1ºT – 2×2) e Luan (23’/2ºT 3×2)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Kaio, aos 40/2ºT), Cícero e Ramiro (Pepê, aos 17/2ºT); Luan, Everton e Thonny Anderson (Thaciano, aos 27/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

CEARÁ: Everson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Felipe Jonatan; Edinho (Robinho, aos 31/2ºT), Richardson, Juninho Quixadá (Felipe Azevedo, aos 31/2ºT) e Calyson; Leandro Carvalho (Pedro Ken, aos 13/2ºT) e Arthur. Técnico: Lisca.