COMPARTILHE

Na tarde quente deste sábado, Internacional x São José fizeram o primeiro jogo das semifinais do Gauchão 2016, a partida foi disputada no Beira Rio e ficou no 0 x 0.

O São José veio disposto a se defender e segurar o Internacional, explorando os contra-ataques, agora tudo ficará para o jogo de volta que será jogado no Passo D’Areia no próximo sábado.

Uma vitória simples é o que as equipes precisam para avançarem a final da competição regional, empate com gols classifica o Internacional.

Notas:

Inter: 7,0 / Argel Fucks: 7,0 – Média geral: 7,0

São José: 7,0 / China Balbino: 7,0 – Média Geral: 7,0

Média da partida: 7,0

Compacto da partida:

Coletivas:

coletivaargelArgel Fucks: “O Sasha é quem bate. É ele que treina. A responsabilidade não é do Sasha. É minha. Tudo o que aconteceu no jogo de hoje, a gente trabalhou. A gente esperava que o São José vinha assim, por isso saímos com uma formação mais ofensiva. Nós precisávamos ter transformado as situações em gols. O São José se manteve com a linha de quatro, com os três volantes na defesa, protegendo o setor defensivo. O goleiro esteve numa fase muito boa, pegou até pênalti. Tivemos oportunidade, não fomos felizes. Os jogadores correram, lutaram, foram incansáveis. Fizeram o possível e o impossível, mas a bola não entro. Faltou mais movimentação, agressividade e faltou o gol. O jogo não foi bom tecnicamente. Os espaços diminuíram, se encontraram as duas melhores defesas do campeonato. A gente não teve a tranquilidade, a eficácia para fazer o gol. O gol nos daria mais espaço, mexeria no sistema defensivo. Tudo o que a gente podia fazer em termos de escalação, mudança, forma de jogar, a gente fez. Não conseguimos. A responsabilidade é minha.  “

SashaSasha: “O Alex me passou confiança, é um dos líderes, mas o pênalti não foi do jeito que eu quis. Mas o resultado não é tão ruim assim. Tentamos até o último minuto, eles vieram fechadinhos. Nós não fizemos uma má partida. No sábado, tem mais uma decisão. “

ChinaBalbinoChina Balbino: “A gente acompanhou o Inter no campeonato inteiro e viu que o Inter evoluiu muito a parte ofensiva. Sabíamos que tínhamos que neutralizar a jogada deles pelos lados. Trabalhamos isso muito forte durante a semana. Tivemos uma proposta mais reativa nos domínios do adversário e no Passo D’Areia deve ser um pouco diferente. Está tudo aberto e se formos merecedores, vamos avançar para a próxima fase. “

Ficha Técnica:

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS) / Data: 16 de abril de 2016, domingo / Horário: 16h20 (horário de Brasília) Público: 20.057 presentes (16.777 pagantes)/Renda: R$ 661.375,00 Árbitro: Daniel Nobre Bins – Assistentes: Max Vioni e Fabrício Bassegio /  Cartões amarelos: Paulão, Vitinho, Alex, Fernando Bob (Inter); Fábio, Wagner, Jô (São José)

INTERNACIONAL: Alisson; Fabinho, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Anderson (Gustavo Ferrareis), Andrigo (Alex); Vitinho, Sasha e Aylon (Alisson Farias).

Técnico: Argel Fucks

SÃO José: Fábio; Bindé, Éverton, Wagner e David; Felipe Guedes, Rafael Carrilho (Carlos Eduardo), Rafinha; Diego Torres (Guilherme), Jô e Heliardo .

Técnico: China Balbino