COMPARTILHE
(Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

A janela fechou e Luan não foi embora, para a alegria da torcida tricolor. Porém, algo que vem tirando o sono da direção e do torcedor, é o assunto renovação, que já virou uma grande novela.

Logo após a partida da seleção brasileira na Arena no último dia 31/08, diante do Equador, Luan foi o grande alvo da imprensa, e não fugiu das perguntas sobre sua permanência no clube e sua renovação de contrato.

(Foto: Divulgação)

Entraves na negociação:

O que dificulta essa situação, é que Luan deseja uma compensação financeira para firmar o novo acordo. Consequentemente, o salário do atacante ficaria próximo dos R$ 500 mil mensais. Valor este, equivalente aos vencimentos dos principais nomes do elenco de Renato Portaluppi, como o goleiro Marcelo Grohe e o zagueiro Geromel. No entanto a oferta salarial estaria abaixo das pretensões de Luan.

Outro impedimento, é que o Grêmio não teria aceitado o pagamento de luvas para concretizar o acordo. Mas segundo o diretor de futebol Saul Berdichevski, em uma reunião realizada com Luan, o garoto se comprometeu a estender seu contrato.

O que diz a direção:

(Foto: Diego Vara/Agencia RBS)

Estamos pensando igual, jogador e clube. Fizemos uma oferta muito boa. E ele poderá fazer uma contraproposta, esta valorização é natural. O Grêmio está aberto a negociar — observou Berdichevski.

Luan prometeu ficar em Porto Alegre, e descartou sair do clube sem ser vendido, como aconteceu com Ronaldinho Gaúcho. Ainda em sua entrevista pós jogo da seleção, o atacante confirmou a recusa em relação a proposta do Spartak Moscou da Rússia e que prometeu à direção, ampliar seu contrato com o Grêmio.

Com a palavra, o craque:

Não vou sair de graça. Já falei para a direção e para o meu empresário. Essa possibilidade não existe. Dei minha palavra. Já disse que não vou sair de graça, então vai ter que renovar. Mas não preciso ter pressa para renovar. Vamos sentar e com calma isso será resolvido – comentou o atleta.

Questionado se as especulações sobre seu futuro o incomodavam, Luan minimizou:  ” Meu futuro é em Porto Alegre e tenho como objetivo ganhar mais títulos com a camisa do Grêmio. Estou muito feliz no Grêmio, não ligo para o que falam. Tenho certeza que vamos conquistar alguma coisa em 2017, ressaltou.”

(Foto: Eduardo Deconto / GloboEsporte.com)

Empresário dificulta renovação:

Como Luan já deu a palavra de que renovará com o Grêmio,  e que não deixará o clube de graça, o que impede sua renovação com o tricolor? Na realidade, é que Jair Peixoto, empresário do atleta, ainda não foi chamado para discutir o novo acordo proposto pela direção. Com contrato até setembro de 2018, Luan, se não estender o atual vínculo, poderá assinar um pré-contrato com outro clube  em março do ano que vem. Por isso, a intenção do Grêmio é de prorrogar o contrato até 2020.

Após os jogos no Rio de Janeiro contra o Vasco pelo Brasileirão amanhã, 09/09, e Botafogo pela Libertadores na quarta, 13/09, Luan terá, uma nova rodada de reuniões com a direção tricolor, afim, de definir sua renovação. Após o fechamento da janela de transferências da Europa, a prioridade do clube é a prorrogação do contrato com o atacante até setembro de 2020. 

Um ponto delicado da negociação e que precisará ser superado, diz respeito à multa rescisória. O clube gaúcho exige que o valor atual de 25 milhões de euros (R$ 92,5 milhões) seja mantido. Já o empresário de Luan tenta baixá-lo para a casa dos 22 milhões de euros. Contudo, como essa última reunião com Jair Peixoto ocorreu há quase dois meses, quando a janela de transferências ainda estava aberta, não houve acordo. Porém com o fechamento da janela as coisas podem ter mudado.

O empresário de Luan Jair Peixoto, ainda espera que o Grêmio o convoque para uma nova reunião. Contudo, o próprio Luan já disse que não há pressa para um acordo.

— Quando o Grêmio nos procurar, vamos sentar e ouvir o que eles têm para dizer — disse Peixoto.

Após servir a seleção, Luan está de volta:

Na última quarta-feira, 06/09,  Luan se apresentou normalmente a Renato no CT Luiz Carvalho e trabalhou com bola junto dos colegas. Por não jogar uma partida completa desde 23 de agosto, quando o Grêmio foi eliminado da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, no Mineirão, o atacante deveria iniciar a partida com o Vasco, em São Januário, neste sábado. No entanto, na tarde de ontem  sentiu um desconforto na coxa direita e deixou o treinamento mais cedo.

Na manhã de hoje, o departamento médico divulgou a presença de um edema na coxa direita e sua participação na partida de amanhã segue um mistério. Como jogou somente nove minutos pela Seleção contra o Equador, na Arena, e por opção do técnico Tite não entrou em campo contra a Colômbia, precisará  retomar ritmo de jogo, para a importantíssima partida diante do Botafogo na quarta.

Grêmio x Vasco da Gama
Brasileirão Série A
Amanhã, 18:00
Estádio Vasco da Gama, Rio de Janeiro