COMPARTILHE
(Foto: Ricardo Duarte/Inter)

Se a fase do Internacional não é nada boa, o técnico Antônio Carlos Zago conseguiu colocar o Colorado mais uma vez em meio a polêmicas. Se no ano passado, as declarações de Vitório Piffero e Fernando Carvalho tomaram conta da imprensa nacional, neste sábado, foi a vez do técnico Colorado “falar bobagem”.

(Foto: Reprodução Twitter)

Após o Inter perder para o Novo Hamburgo por 2 a 1 em pleno estádio Beira-Rio, o técnico concedeu entrevista coletiva e tentando minimizar as vaias da torcida soltou a seguinte frase “Quem não quer ser vaiado que vá jogar tênis”“Quem não quiser ser vaiado, tem que jogar tênis. Futebol é cobrança, pressão da imprensa, torcida e diretoria. Temos que acostumar com isso. Trabalhamos em um dos maiores clubes do mundo. Os jogadores sabem disso, temos que esquecer o ano passado. Vai existir cobrança e pressão, mas eles dentro de campo precisam mostrar futebol. A partir disto, vamos ter que encontrar um ponto de equilíbrio. Temos este elenco à disposição, com jogadores de qualidade”. 

(Foto: Reprodução Twitter)

A declaração, como já era de se esperar gerou revolta por parte de tenistas e comentaristas e um dos que se manifestaram contrários ao treinador, foi o ex-jogador e hoje comentarista da ESPN Brasil, Fernando Meligeni que através de seu perfil no twitter criticou Zago.

(Foto: Reprodução Twitter)

Em uma das frases de condenação as declarações de Zago, Meligeni disse “O problema é que muitos do futebol acham que o esporte deles é o máximo e os atletas os super heróis”.

Confira a entrevista completa de Zago.