COMPARTILHE
(Foto: Montagem/ Ari Júnior)

Em partida válida pela décima rodada do Gauchão 2017, Grêmio x Juventude se enfrentaram na Arena Tricolor na noite deste sábado, e os gremistas saíram vitoriosos com um sonoro 4 x 0, gols de: Miller Bolaños, Michel, Léo Moura e Luan.

(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA)

No jogo diante do time caxiense, o Grêmio contou com retornos importantes, que foram cruciais para acabar com uma sequência de quatro empates no Campeonato Estadual (Internacional – 2 x 2, Brasil de Pelotas – 1 x 1, Veranópolis – 1 x  1 e Novo Hamburgo – 1 x 1) e reencontrar a vitória na noite de hoje. O goleiro Marcelo Grohe e o lateral Edilson voltaram após recuperação de lesão, já o meia atacante Miller Bolaños retorna depois de servir a Seleção Equatoriana, Miller inclusive deixou sua marca no duelo e teve ótimo desempenho, a se destacar também o volante Michel (ao centro da foto) que já está no time titular desde o Gre-Nal de 4 março, fez seu primeiro gol com a camisa gremista, teve atuação segura e precisa na volância do time.

Após este embate na noite deste sábado, Grêmio e Juventude voltam a jogar no meio de semana, o tricolor irá a Rio Grande onde enfrenta o São Paulo, às 21h45 de quarta feira, já o alviverde jogará em casa diante do São José no mesmo dia e horário.

Classificação:

(Foto: Montagem/ GloboEsporte.com)

Notas:

Grêmio: 8,5 / Renato Portaluppi: 9,0 / Média geral: 8,5

Juventude: 5,0 / Gilmar Dal Pozzo: 5,5 / Média geral: 5,0

Melhores Momentos:

Coletivas:

(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA)

Renato Portaluppi: “Estou muito feliz com a entrega e com o desempenho da equipe. Taticamente eles foram muito bem. Não dando chances para o adversário. Os jogadores tiveram um pouco mais de atitude hoje. Fique satisfeito com a entrega da equipe. Eu sempre sou muito grato aos jogadores que nos ajudam a conquistar títulos (Falando sobre Edilson). Toda equipe jogou bem. A concentração antecipada não foi nenhum castigo. Pelo contrário, a ideia partiu dos próprios jogadores. Nosso grupo vai ser fortalecer ainda mais com o retorno de todos os jogadores. No momento que os jogadores forem voltando. A nossa equipe irá se fortalecer ainda mais. Acredito que voltamos a jogar bem em um momento importante do campeonato. Tivemos posse de bola com objetividade. O nosso time vem jogando muito e o desgaste vem sendo grande. Então por isso é importante ter um grupo muito forte. Eu falei que o Grêmio iria crescer na hora certa. A nossa equipe vai estar bastante modificada para a partida contra o São Paulo – RG. O Bolaños é um grande jogador. É um dos poucos jogadores do nosso elenco que sabe fazer gols. O Bolaños melhorou muito do ano passada para cá. Eu cobrava bastante intensidade dele.”

(Foto: Eduardo Moura/ GloboEsporte.com)

Odorico Roman: “Nos temos certeza que o time irá ficar melhor a cada a partida. A série de lesões até então não permitiu isso. Os jogadores com mais desgaste terão um período de recuperação visando a sequência de partidas que teremos mais a frente. O Bolaños sem dúvidas é um dos melhores atacantes da América Latina. Ele é um exímio finalizador. Os jogadores ainda não estão em plena forma. A cada jogo o time deve subir o nível. ”

(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA)

Edílson: “Foi conversado que a gente tinha que mudar a postura e procurar fazer o que era feito antes, que é tocar mais a bola para procurar os espaços. Foi citado isso e também da gente propor o jogo. O Grêmio não pode deixar que outras equipes venham aqui e proponham o jogo. Hoje pudemos marcar mais em cima e não demos espaço para eles. Perdi bastante força ali por uma tendinite. Graças ao Rogerinho (preparador físico), aos fisioterapeutas, que vêm cuidando para eu fortalecer. Fico muito feliz pela estreia e vitória. Foi meu primeiro jogo no ano.”

(Foto: Divulgação)

Marcelo Grohe: “O jogo de hoje mostrou que ninguém desaprendeu a jogar. Tivemos outra postura. Chegou um momento que nos tínhamos que acordar para a competição. Esse jogo retomou a confiança da equipe. Nós conseguimos sufocar a equipe deles e reverter as chances em gol. Nós jogadores temos que ter uma cobrança própria para manter esse nível de atuações. Chegou um momento que nós tínhamos que acordar para a competição. Esse jogo retomou a confiança da equipe.  ”

Ficha Técnica:

Local: Arena do Grêmio em Porto Alegre / Horário: 19h (de Brasília) / Público Total: 13.340 pessoas / Árbitro: Anderson Daronco / Assistentes: Elio Neponucemo de Andrade Júnior e Alexandre Antônio Kleiniche  / Cartões Amarelos: Edílson (GRE), Lucas, Caprini e Bruno Ribeiro (JUV)  / Gols: Miller Bolaños, aos 11, Michel, aos 16, e Léo Moura, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Luan aos 19 minutos do segundo tempo.

Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel, Léo Moura (Fernandinho) e Ramiro; Pedro Rocha (Lincoln), Luan e Miller Bolaños (Gastón Fernández)

Técnico: Renato Portaluppi

Juventude: Douglas; Vidal, Wanderson, Ruan e Bruno Collaço; Lucas, Bruninho, Wallacer (Caion) e Dieguinho (Bruno Ribeiro); Tadeu (Taiberson) e Caprini

Técnico: Gilmar Dal Pozzo