COMPARTILHE
(Foto: Divulgação)

(Atualizado em 26/08/2016, às 20h40)

A Olimpíada do Rio 2016, findou-se no último final de semana, nosso desempenho neste evento deve ser louvado, pois nosso país tive a melhor participação comparada com outros anos, o Brasil conquistou sete medalhas de ouro, seis de prata e seis de bronze, mas agora teremos novas chances de medalhas, desta vez nos jogos paralímpicos que também serão no Rio de Janeiro de 07 a 18 de setembro, vejamos quem trouxe conquistas nas Olimpíadas, e os que podem trazer nas Paralimpíadas.

OUROS:

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O Brasil tem cinco ouros nesta edição das Olimpíadas a qual esta sediando, e eles foram conquistados em cinco modalidades diferentes, no Judô Rafaela Silva, no Salto com Vara Thiago Braz, no Boxe Robson Conceição, na Vela a dupla Martine Gral e Kahena Kunze e no Vôlei de Praia Bruno Oscar Schmidt e Alison Cerutti, veio o tão sonhado e inédito ouro olímpico no Futebol Masculino, em um jogo decidido nos pênaltis por 5 a 4, e no Vôlei de Quadra Masculino também foi conquistado a “dourada”, na final diante da Itália, nossos guerreiros foram superiores e ganharam por 3 sets a 0.

PRATAS:

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Assim como as medalhas de ouro (cinco), o Brasil conquistou o mesmo número de medalhas de prata, elas foram ganhas por: Arthur Zanetti nas Argolas, Diego Hipolito no Solo, Felipe Wu na Pistola de Ar 10m, a dupla Agatha e Bárbara no Vôlei de Praia e Isaquias Queiroz na Canoa Individual (C1) 1.000m, na Canoa em dupla (C2) 1000m, novamente Isaquias desta vez acompanhado por Erlon de Souza conquista a medalha prateada, estes guerreiros estiveram perto da conquista máxima, mas foram bravos, lutaram e fazer a “prateada”, ter seu valor.

BRONZES:

medalha-bronze-590x332
(Foto: Divulgação)

Bem como os ouros e pratas (cinco cada), os bronzes brasileiros também tem esta mesma numeração, vejamos quem conquistou-as: no Nado de 10km Poliana Okimoto, no Judô foram duas uma com a gaúcha Mayra Aguiar e outra com Rafael Silva, no Solo Arthur Nory e na Canoa Individual (C1) 200m Isaquias Queiroz, e no Taekwondo, Maicon Siqueira fez história e conquistou a “bronzeada”, sendo o único homem a ter uma medalha para o Brasil neste esporte.

CHANCES DE MEDALHAS NOS PARALÍMPICOS:

(Foto; Divulgação)
(Foto; Divulgação)

Algumas modalidades das Paralimpíadas tem grande tradição no Brasil, e atletas como Alan Fonteles do Atletismo Masculino, Jovane Guissone da Esgrima com Cadeiras de Rodas, Terezinha Aparecida Guilhermina do Atletismo Feminino e Daniel de Faria Dias da Natação Masculina, são as principais esperanças de medalhas brasileiras, estes guerreiros superam seus próprios limites buscando orgulhar nossa nação.